Breadcrumbs

A dor

As causas mais comuns da dores

Quer tenha 18 ou 80 anos, a maioria de nós já passou por situações de dor. Não é preciso pensar muito para que se recorde facilmente, da última dor nas costas e de uma dor menstrual. No entanto, às vezes temos dores que não parecem ter uma origem óbvia. Aprender mais sobre o que provoca a dor comum pode ajudá-lo a lidar com a situação.

 

O que provoca a dor?

 

A dor é a maneira natural que o corpo tem de lhe dizer que algo está mal. Poderão haver muitas razões para que surja uma dor.

 

Tensões e distensões

 

Sentimos muitas vezes dores musculares após um jogo fisicamente violento, ou depois de completar tarefas fisicamente exigentes no trabalho ou em casa.

Estas tensões e distensões ocorrem quando os músculos, as articulações e os ligamentos foram demasiado utilizados, demasiado cedo, ou com demasiada frequência. Os danos nestes tecidos moles são geralmente acompanhados de inflamação.


As tensões musculares e os entorses também podem ser o resultado de tensão ou stress, estar sentado incorretamente ou má postura de elevação. Podem também ser causadaos por movimentos prolongados ou repetitivos, como escrever no teclado.

 

Infeção

 

É difícil ter que lidar com os terríveis sintomas de tosse e constipação, tais como os calafrios, a febre e as dores de garganta. Mas o corpo também pode sentir dores e ficar dorido como resultado de uma infecção. Estas dores no corpo são frequentemente descritos como uma dor aborrecida e contínua por todo o corpo.

As dores musculares podem ser o resultado da libertação de químicos por parte do sistema imunitário para ajudar a proteger e a combater a infeção. Estes químicos podem ligar-se às terminações nervosas, que, por sua vez, enviam sinais de dor para o cérebro.

Problemas mais graves

 

As dores no corpo podem ser o resultado de problemas mais  graves e a longo prazo. Por exemplo, na dor dos nervos (ou dor neuropática), os sistemas de sinalização da espinal medula e do cérebro podem estar danificados. O corpo interpreta os sinais erráticos como as dores e outras sensações, como formigueiro e dormência.

As pessoas com uma doença chamada fibromialgia podem sentir dores no corpo a longo prazo assim como dores, fadiga e problemas com o sono.

 

Como aliviar a dor?

 

A dor funciona normalmente como o sistema de alerta precoce do organismo, por isso é aconselhável ir à origem da dor, na medida do possível. Isto poderia significar mudar a disposição da secretária do escritório para melhorar a sua postura ao sentar, ou tentar reduzir a tensão nas mãos e pulsos.

 

Se já tem uma distensão muscular ou uma entorse
Descanse essa zona do corpo.
Tome medidas para reduzir o inchaço e a inflamação nos primeiros dias - siga a técnica dos 4 passos: Repouso, Gelo, Compressão e Elevação ou tome um analgésico, como Nurofen.
Após os primeiros dias, a terapia de calor pode muitas vezes fazer com que se sinta melhor

Tente alguns exercícios leves, como caminhadas ou natação

Faça uma massagem para ajudar a aliviar as dores musculares

 

Quando deve ficar preocupado com a dor


Na maioria dos casos, o descanso, os exercícios leves e uma dieta saudável podem ser meio caminho para uma recuperação natural. Os analgésicos, tais como Nurofen podem ajudar temporariamente a aliviar as dores, para que não fique totalmente incapacitado.

Para algumas pessoas a dor constante pode dever-se a uma causa subjacente, tal como uma doença hereditária, ou um problema médico crónico, como a diabetes ou a artrite.
Se a dor persistir após alguns dias, não deve ignorá-la fale com o seu médico ou farmacêutico o mais rapidamente possível.

 

 

Leia sempre o folheto informativo. Tome de acordo com as indicações e modo de utilização, presentes no folheto. O uso incorreto pode ser prejudicial. Se os sintomas persistirem, consulte o seu profissional de saúde. Todas as informações apresentadas nestas páginas da web não se destinam a diagnosticar ou a prescrever. Sempre que tenha questões ou dúvidas relacionadas com a sua saúde, contacte o seu médico.

Estamos empenhados em manter a informação pessoal segura. Clique aqui para ver a nossa política de privacidade